quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Modelagem: Como desenvolver outros modelos a partir do molde básico


PENCE DO OMBRO

Muita usada nas roupas feitas sob medida, pessoas mais velhas no entanto já vi essa pence até em roupa de desfile com aquelas modelos novinhas, para dar uma bom caimento na roupa. A pence do ombro pode estar colocada em qualquer lugar do mesmo, porém dista em geral 4,0 cm do degolo costas, sua profundidade é de 1,5, 2,0 cm e o comprimento 8,0 cm. Deve-se restituir o ombro para ao fechar a pence ele volte ter a medida principal: saindo o valor da sua profundidade na extremidade do ombro e refazendo a cava.









SAIA CALÇA

A saia calça é uma peça extremamente prática, principalmente para as mulheres que praticam esporte. Uma saia comum onde as pregas esconde uma calça embaixo cortada em uma peça única. Pode ser os mais variados modelos, como esta evasê; pode levar bolsos no entanto as pregas é uma constante simples ou dupla no meio da frente e no meio das costas, necessária para esconder em suas dobras a calça interna.










RABO DE PEIXE



Embora sem gozar de muita popularidade a saia rabo de peixe vem marcando com insistência suas aparições no vai e vem da moda desde os anos 80. Os godês clássicos nunca saem da moda, porém este tipo de rabo de peixe é especial pois é aquele em que sua largura é mais acentuada abaixo dos quadris.







JABOT

O jabot é uma costura ornamento ou simplesmente colocado sobre o peito de camisas ou blusas , feito de rendas ou do mesmo tecido da peça.Historicamente nascido nas roupas masculinas marinheiros e, ocasionalmente, piratas , o jabot junta-se à moda das mulheres em 1800 , como acessório ornamental , continuando a aparecer em camisas de vestido para homens, antes de ser substituído pelo empate .O jabot sobrevive nos dias de hoje, como parte dos vários agentes aduaneiros, como as do Tribunal Constitucional Federal alemão .






RADIOSA malha extremamente versátil. Desenvolvida com exclusivo fio Radiosa, uma fibra celulósica torcida que confere ao produto um aspecto natural e um toque mais seco e irregular como o crepe, e que aliada à versatilidade da Lycra; pode ser usada em diversos tipos de modelagens, mais ajustadas ou mais fluidas, em tops, saias, vestidos, calças e bermudas cortadas a fio.










VESTIDO CHIFFON



O Chiffon é um tecido elegante e simples feito de seda, rayon, algodão ou sintéticos. O tecido é muito fino, leve e de tato macio. O Chiffon veste muito bem, mas é difícil de ser costurado. Tem uma superfície ligeiramente irregular e se adapta melhor a plissados e drapeados.
O Chiffon é feito em ponto tafetá e seus fios são soltos e torcidos. Por seus fios serem duplamente torcidos, a textura se torna similar ao crepe. Ele é muito desprezado por seu toque áspero, porém é mais fino que a Georgette. O chiffon, assim como todos os tecidos feitos a partir do poliéster e da seda são muito fortes e secam rapidamente.
A palavra “Chiffon” é derivada da palavra francesa “Chiffe”, que significa trapo.

CARACTERÍSTICAS DO TECIDO DE CHIFFON: - É leve e maleável; - É elegante e simples; - É muito fino e transparente; - Tem um bom caimento; - Possui um belo drapeado; - Não marca pontos feitos com alfinetes; - É difícil de cortar e costurar; - Possui uma textura parecida com o crepe.






TUBINHO


Peça coringa no guarda-roupa de qualquer mulher, o vestido tubinho foi imortalizado por Audrey Hepburn no filme "Bonequinha de Luxo", de 1961. O modelo preto usado pela atriz era justo ao corpo, sem mangas e realçava a silhueta com muita sofisticação.
Ao longo das décadas, a peça sofreu diversas mudanças para se adequar ao variado gosto feminino sem perder suas características básicas: o corte reto e a modelagem ajustada à cintura, que favorecem todos os tipos de corpo..Não há mulher que não fique mais magra e alta ao usar um tubinho.






Créditos: na própria imagem

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

ANÉIS DE GUARDANAPO COM ROLO DE PAPELÃO – FAÇA VOCÊ MESMO

Anéis de guardanapo pronto
Decorar sua casa com itens artesanais é uma tarefa e tanto. Ao optar por personalizar os enfeites e itens que você utiliza para deixar sua casa mais bonita, você enfrenta um grande desafio ao ter que reciclar suas ideias e buscar opções que além de baratas, devem ser bonitas e surpreender pelo bom gosto. E quem gosta e entende de artesanato sabe que a surpresa pode estar nos mínimos detalhes, já que grande parte do tempo belos trabalhos escondem materiais e técnicas simples. Esse é o segredo de um trabalho artesanal primoroso. Pensando em tudo isso, vamos mostrar como você pode fazer anéis de guardanapo utilizando rolo de papelão, de uma maneira que você provavelmente nunca pensou antes.
Você também pode conferir como fazer o batedor de porta com caixa de leite e a carteira reciclada com caixa de leite, que são projetos que seguem a mesma linha de raciocínio.

Materiais Necessários

  • Rolo de papelão
  • Pedaços de tecido 100% algodão
  • Fita de tecido para presente
  • Estilete e faca
  • Cola branca extra ou fita adesiva dupla face
  • Lápis

Como fazer os anéis de guardanapo com rolo de papelão

Anéis de guardanapo
1) Meça o rolo de papelão e divida-o com lápis em 8 pedaços. Se o seu rolo for menor, faça uma quantidade inferior. Corte com a faca.
2) Passe a fita adesiva dupla face no pedaço do rolo de papelão. Se você preferir, opte pela cola branca, passando-a sobre toda a extensão do rolo de papelão.
Dica: Você também pode utilizar caixas de leite para confeccionar esse passo a passo.
Aneís de guardanapo
3) Corte um pedaço de tecido e envolva o anel de papelão, esticando bem para que o acabamento seja primoroso.
Anéis de guardanapo
4) Dobre as sobras para dentro e cole o laço de tecido, utilizando cola branca, no meio do anel, para cobrir as sobras e deixar o tecido bem firme.
Espere secar e você vai ter uma mesa de jantar de causar inveja!
Crédito das fotos: http://www.merrimentdesign.com/recycled-fabric-napkin-rings-from-saran-wrap-tubes.php

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

COMO CUSTOMIZAR TÊNIS DE TECIDO DE UMA MANEIRA MUITO FÁCIL

Tênis customizado
Você tem um tênis de tecido que ama e está guardado porque não tem graça mais? Ou ainda, você gosta de dar cor à sua vida, sem deixar de estar na moda? Pois saiba que nós temos a dica certa para você. Vamos mostrar uma ideia para customizar seu tênis de tecido para que ele tenha a sua cara! E o melhor de tudo, você não vai gastar quase nada para a realização deste passo a passo. Afinal, quando se trata de customizar e colocar em prática as suas habilidades manuais, a criatividade não tem limites! Para a confecção desse projeto, você vai precisar investir em canetinhas e deixar o seu lado artístico rolar solto.

Materiais Necessários

  • Tênis de tecido
  • Canetinha para tecido (diversas cores)
  • Papel cartão
  • Lápis

Como customizar seu tênis de tecido de maneira muito fácil

Tênis customizado
1) Faça um design padrão no papel cartão, para que você possa traça-lo no tênis, com o auxílio do lápis, conforme a imagem acima. Trace o design por toda a extensão do tênis. Você pode alternar entre tiras mais finas e mais grossas. Se quiser, você também pode fazer um desenho à mão livre.
Tênis customizado
2) Colora as linhas zig-zag, ou o desenho que você fez, com as canetinhas próprias para tecido. Utilize diversas cores e crie um efeito bem colorido.
Tênis customizado
3) Não esqueça de colorir a língua do tênis também, caprichando também bastante nas cores. Após finalizar a pintura, espere secar por 24 horas para que seu tênis esteja pronto para uso.
Viu como é fácil? Agora você já pode customizar quantos tênis e sapatos quiser!
Crédito das fotos: http://www.home-dzine.co.za/crafts/craft-colour-takkies.htm

Aviso

Este blog foi criado como fonte de estudo para um grupo fechado de estudo. Mas resolvi compartilhar com o público em 18/03/2012 com o único objetivo de facilitar o estudo de outras pessoas que tem interesse em aprender a costurar e se aprofundar no mundo da moda.
Fica claro,que não hospedamos nada, apenas apontamos onde se encontra os links que estão disponíveis na internet.
Respeitamos os direitos autorais e somos contra o plágio, mas divulgamos o trabalho e citamos a fonte no final de cada post. By Elis caleone